Picolés
Cajuzinho

Picolé de Cajuzinho

Publique na sua rede

Nome: Caju (Anacardium occidentale)

 

Origem: Brasil

 

Sazonalidade: Agosto a novembro

 

Principais características: O caju é muitas vezes tido como o fruto do cajueiro quando, na verdade, trata-se de um pseudofruto. O que entendemos popularmente como caju se constitui de duas partes: o fruto propriamente dito, que é a castanha; e o pseudofruto, um corpo piriforme, amarelo, rosado ou vermelho. O pseudofruto é rico em vitamina C. A amêndoa da castanha de caju possui fibras, proteínas, minerais (magnésio, fósforo, selênio, cobre e zinco) e vitamina E. Na parte lipídica (gorduras) predominam os ácidos graxos oleico (60,3%) e linoleico (21,5%), que são gorduras insaturadas e apresentam boa estabilidade, o que é uma característica desejável, tanto para a saúde humana quanto para a tecnologia de alimentos.

 

Utilização (benefícios para o ser humano): Existe uma variedade enorme de pratos feitos com o caju e com a castanha de caju. Um dos aminoácidos presente é a arginina que, no metabolismo, transforma-se em óxido nítrico e este, por vez, alarga as artérias e diminui a pressão sanguínea. Desta forma a castanha do caju contribui no combate às doenças cardíacas. A vitamina C e os outros compostos fenólicos conferem potencial antioxidante à polpa do caju. Esta propriedade biológica está associada à prevenção de doenças crônico-degenerativas, como problemas cardiovasculares, câncer e diabetes.

 

Sabor: O caju possui sabor adocicado levemente ácido.