Momento Natural

Destinação correta de resíduos

 

A Frutos do Brasil mantém uma política rígida de controle de resíduos voltada para a produção de sorvetes e picolés e, também, no trato direto com o consumidor desses produtos. Além da doação de sementes, as cascas descartadas no processo de fabricação dos gelados também são aproveitadas, desta vez como adubo orgânico.

A empresa procura também trabalhar com fornecedores que tenham a preocupação com o meio ambiente e, a exemplo dos palitos usados na fabricação dos picolés, utiliza madeira proveniente de reflorestamento. Mais além, desenvolveu também a utilização de embalagens de picolés feitas de polipropileno biorientado, material menos agressivos ao meio ambiente, e de tinta atóxica feita à base d’água.

Toda a água utilizada no processo industrial, por sinal, é tratada de forma que o resíduo bruto não chegue diretamente no descarte da rede de esgoto. A Frutos do Brasil promove ainda coleta seletiva dentro da empresa e é pioneira na utilização de papel jornal não-impresso – a tinta contém resíduos de chumbo e é considerada tóxica – na conservação térmica de picolés vendidos no varejo dentro da fábrica, garantindo assim não apenas a conservação do ambiente, como também a saúde humana, no melhor momento natural do seu dia.

Publique na sua rede